domingo, 24 de janeiro de 2016

BROTHERS OF SWORD – United for metal

brothers-of-sword_united-for-metal-500x500
BROTHERS OF SWORD é um projeto audacioso lançado em 2015 e comando pelo baixista Fabio Paulinelli da banda mineira GREY WOLF, cujo objetivo foi reunir ótimas bandas do cenário do True Metal brasileiro, evidenciando influencias por nomes como MANOWAR, MANILLA ROAD, GRAVE DIGGER, RUNNING WILD, entre outras. O baixista fez todas as bases do baixo e comandou a bateria programada. O que você vai constatar neste álbum são temas de Metal épico, abordando temas de batalha, com riffs bem elaborados, excelentes vocalistas e coros característicos do estilo. A qualidade de gravação está ótima, limpa, clara e com tudo bem timbrado e equalizado. Todas as linhas de guitarra foram construídas por Luiz Camargo (OUTLAW). Desde a introdução com o majestoso instrumental deBrotherhood (Marching to battle) feita por YURI FULONE você já irá se empolgar para receber nos ouvidos bons decibéis de Metal forjado em aço e sangue com The song of victory, com o vocal áspero e grosso de Paulinelli. Na sequência, vem a rápida e melódica Berserkers, cantada pelo excelente vocalista Arthur Migoto (HAZY HAMLET) e The Cyclope é mais cadenciada e totalmente épica, com belíssimos coros e o vocal grave de Perter Kelter (THUNDERLORD). A espada selvagem, cantada em português no vocal de Daniel Wallançuella (CRUZADAS), remete aos tempos áureos do metal nacional nos anos 80, executado por bandas como CENTURIAS, HARPPIA e SALÁRIO MÍNIMO. Nesta pegada, porém, mais rápida e com riffs cortantes caminha Bravo, sob o vocal de Raziel Stanley (TÚMULO DE AÇO). O fechamento com todos os vocalistas cantando juntos e repartindo partes deBrothers of the sword é de dar gosto de ouvir. Mais uma perola para a posteridade. Nota: 9,0
 Por Écio Souza Diniz 
Faixas: 1-Brotherhood (Marching to battle) / 2-The song of victory / 3-Berserkers / 4-The cyclope / 5-A espada selvage / 6-Bravo / 7- Brothers of the sword.

Nenhum comentário:

Postar um comentário